6 dicas para uma decoração de Outono

sala-aconchegante1

O sol está menos intenso e o ar mais fresco, já não se abrem tanto as janelas e as camas já pedem cobertores e edredões… chegou o Outono! Além da inevitável preparação da casa para enfrentar os meses mais frios do ano, inspire-se numa das muitas ideias de decoração outonal, para tornar o seu espaço tão aconchegante quanto a estação, à qual acabamos de dar as boas-vindas.

 

  • Ao contrário da Primavera e do Verão, o Outono pede cores mais ricas e aconchegantes, como os tons castanhos, laranjas, cobres, encarnados, amarelos, rubis e dourados, que podem ser facilmente incorporados em qualquer decoração através de cortinas, almofadas, capas de sofás e cadeiras, mantas, edredões, lençóis e toalhas (de cozinha e de casa de banho).
  • Aproveite os maravilhosos dias solarengos de Outono para passear num jardim ou parque e apanhar muitas folhas coloridas. Leve para casa e utilize-as para mil e um projetos decorativos: emoldure-as em passepartouts pequenos ou grandes, expondo-os sozinhos ou em conjunto – ficam lindos agrupados na mesma parede ou sobre a lareira; encha uma jarra de vidro ou vários frascos com tampa de folhas secas e exponha na cozinha ou na entrada; com recurso a imãs ou a fita adesiva de dupla face, exiba as folhas de forma a cobrirem, por completo, um lado da geladeira.
  • Se gosta de fotografia, desfrute dos dias outonais lá fora e tire fotografias de imagens típicas da época, para depois expor dentro de casa como se fosse uma galeria de arte, uma exposição pessoal do Outono visto pelos seus olhos.
  • As abóboras são, sem dúvida, uma das grandes estrelas da estação e, enquanto elemento decorativo são extremamente versáteis: para decorar uma lareira (expostas no chão ou no topo da mesma); alinhadas no peitoril de uma janela; pintadas (com tinta acrílica, depois de lixados) em cores que combinem com o espaço onde vão ser exibidas; quem diz pintar, também diz enfeitar com fitas de cetim ou brilhantes; utilize um naperão (os modelos de papel utilizados para os pratos de bolos) para desenhar um efeito rendado sobre a abóbora ou um furador elétrico para com os buracos perfeitos, criar um efeito gráfico e contemporâneo; exponha as abóboras sobre peças inesperadas como uma taça de bolos com pé, uma terrina em estanho ou vulgares vasos de plantas (dentro ou virados ao contrário, sobre os mesmos); recorte as palavras “lar doce lar” ou “bem-vindo” numa abóbora de grandes dimensões, retire o recheio, coloque uma vela e exponha na entrada da casa.
  • Alinhe dois ou três cestos de verga junto da lareira, enchendo uma com lenha, outra com mantas e a terceira com os livros que pretende ler nas tardes de chuva que passar em frente à fogueira – embora fiquem bem nas prateleiras, os livros também podem ser excelentes apontamentos decorativos.
  • Se durante o Verão levou todos os tapetes e cortinados mais pesados para a lavandaria, está na hora de voltar a expô-los. Tecidos quentes, pesados e luxuosos – como o veludo, pele, camurça, pêlo, malha, flanela, lã, chenilha e tweed – sabem bem ao toque, e padrões como o axadrezado escocês ou os adamascados criam um ambiente muito aconchegante.